O desabafo parte 135589

janeiro 17, 2011

Hoje acordei agradecendo por não fazer parte das maiorias. Digo isso , pois me impreciona como o povo anda ouvindo música ruim e é MUITA gente. Festivais de rock já não são mais os mesmos que nos faziam ter orgulho da nossa terra e como lutar contra os números? O que dizer se o que manda são as cifras?
O que dá mais lucro vai vencer sempre. Está aí o Ronaldinho Carioca pra provar o que estou dizendo, traiu o seu povo em nome de maiores lucros e também em nome da música de péssima qualidade que acompanha a sua vida.
Mas a menssagem que quero deixar não é de amargura e sim de alívio, por Deus ter olhado por mim e não ter deixado que eu passasse nessa vida sem ter bom gosto. E o pior ditado já inventado foi: Gosto é gosto, não se discute. Se discute, SIM. Eu tento ser um ser superior e pensar que todo trabalho honesto é digno, tento imaginar que por tras daqueles cantores sertanejos existem famílias que precisam do trabalho que eles fazem e sinceramente a minha bronca não é com eles e aliás não tenho broca com ninguém, mas gostaria muito que o nosso país, que é tão rico musicalmente, explorasse tudo o que temos de bom, mas quem manda prefere explorar o que temos de ruim.
Umas duas vezes por ano faço esses desabafos que não servem pra nada. Vamos ser felizes e o resto é o resto. Tem muita desgraça acontecendo pra se preocupar com assas coisas tão pequenas. Abraço