Medida certa

novembro 23, 2009

Estamos sempre a procura da medida certa, aquele ponto em que não vamos pecar pelo excesso nem pela falta. Todo mundo um dia já deve ter passado por aquela situação em que diz: por que comi demais? ou por que bebi demais, ou seja, quero dizer aquilo que todo mundo já sabe, tudo que é demais não é bom. E por que que mesmo sabendo o que é certo acabamos fazendo errado?
Posso ficar enumerando várias coisas que são ruins pelo excesso. Até o amor quando é demais vira doença, porém quando é de menos a vida vira um vazio. Uma pessoa que você mal conhece e é simpática demais corre o risco de passar por fingida. Humildade demais e sempre também é errado, pois chega um momento em que você tem que ser bom em alguma coisa e vai ter que passar a segurança de que você é bom no que faz. Mas preciso repetir que existe uma medida certa pra não parecer arrogante. Até concordar com tudo que falei seria um excesso.
Nem sempre encontraremos a medida certa das coisas, pois teríamos uma vida perfeita com excesso de felicidade que tornaria nossa vida uma monotonia. Sem dúvida aprendemos mais errando do que acertando.

A volta

novembro 11, 2009

Chegou na hora certa
deixei a porta aberta
é só entrar
estava esperando
lembrando de um tempo
que agora vai voltar
a casa é a mesma
os quadros na parede
como você deixou
lembra a sua rede
onde matava a sede
olhando o mar

A felicidade é como uma onda
que vai e vem
e agora que você voltou
eu quero águas paradas
Obs: Pra quem conhece a música “A despedida” essa é a “A volta” uma música que seria a continuação da história da música “A despedida”. Essa história teve um final feliz.